“Cidadania participativa e ações sustentáveis"

Sobre

 Aos 42 anos, após ter me dedicado ao meu trabalho e à família como prioridades, tendo viajado os 5 continentes e mais de 20 países, convivido com pessoas tão distintas como os Xavantes do Brasil e os Escandinavos, conhecido vários sistemas de governo como Emirados, Democracias Presidencialistas e Parlamentaristas, Totalitarismo comunista, civilizações recentes e milenares e, diante da cidade em que escolhi para viver há mais de 35 anos, observo que muito do que vi, aprendi e vivi, poderia e poderá ser utilizado para melhorar a nossa Ribeirão Preto, fosse em plantio voluntário de árvores ou sustentabilidade no uso dos ‘Rs’ de Reciclagem, Redução e Repensar domesticamente, ou em associação com outros cidadãos para organizar movimentos sociais.


Em 26 de abril formamos o Movimento Por Uma Ribeirão Melhor, tendo sua ferramenta principal a rede social Facebook. Dalí fomos conseguindo mais gente, envolvendo mais setores da cidade, discutindo e propondo assuntos políticos e sociais de forma que a nossa sociedade foi se contagiando com essa onda do bem, que busca levantar, os problemas , discutir e propor soluções com a participação, hoje de aproximadamente 5.000 pessoas.


Nosso movimento tomou as ruas, fizemos abaixo assinados que lograram êxito na cassação de um vereador, nos empenhamos publicamente tomando as galerias da câmara municipal, estimulamos as pessoas a saírem de suas áreas de conforto, fizemos solicitações em nome do movimento que surtiram efeitos imediatos. Ajudamos o Poder Público a ouvir a voz da sociedade de forma direta, uma vez que a mídia escrita, radiofônica e televisiva se tornou uma parceira da nossa luta.


Criar o Observatório da Cidadania foi a maneira de utilizar uma nova ferramenta, dessa vez pessoal, onde os assuntos trazidos pelo movimento e propostos por mim possam ter ainda mais voz e ouvidos entre os observadores e fomentadores de uma Cidade Melhor, para os meus filhos, para os seus filhos, para todos nós.



Eu voto distrital