“Cidadania participativa e ações sustentáveis"

Pode-se dizer que a invenção do "Toilet", tenha ocorrido na França medieval, mas que os dutos de esgoto já existiam desde o império Romano.
Tão antigo quanto a necessidade de saneamento básico, é a falta dele.
No Brasil Monteiro Lobato penava sua imaginação até criar o Jeca Tatu, uma obra crítica que trazia uma visão depreciativa do caboclo brasileiro, que andava descalço, contraia verminoses a partir de fezes humanas deixadas ao longo das moitas do caminho, nos idos de 1914, exatamente um século atrás.
Saturnino de Brito viria na década seguinte a se destacar como um dos brasileiros mais importantes, sanitarista e urbanista, fez uma revolução nas cidades brasileiras implementando redes coletoras de esgoto, Santos teria sido uma das mais beneficiadas, uma vez que mesmo sendo o porto mais importante do Brasil, naquela época era a cidade mais acometida pelo cólera e outras doenças que faziam marinheiros do mundo todo temer esse destino.
Ribeirão Preto desenvolveu-se então nessa mesma época graças ao café que enviava a Santos e então era exportado, o próprio nome da cidade se deve ao ribeirão, cujas margens serviram-se às primeiras edificações da vila.
Quase 160 anos depois de ter sido fundada a nossa amada cidade continua enviando considerável parte de seu esgoto ao velho e agonizante ribeirão Preto.
 #tratabrasil



[ Ler Mais ]

Hoje fui abordado por um eleitor e amigo, sobre um antigo tema, me perguntou sobre o que eu penso sobre comunismo e capitalismo.
Penso que foi uma grande oportunidade para se tomarem e venderem ideologias, armas, alimentos, terras de muitos países de muitas nações, cada lado mascarando suas verdadeiras intenções.
Acredito que salvo algumas nações menos "educacionadas", a nova ordem mundial não está em pensar um planeta com dois polos, uma política com dois lados, uma espécie com duas raças.
Esse tempo já se foi, pensamos hoje um planeta (e fique claro que só temos esse) para todos, onde a política, a economia, a sociologia encontre na adversidade uma oportunidade, que não seja a de desconstruir, mas a de edificar um ambiente melhor para todos.
Precisamos de líderes que vejam a economia criativa, o empreendedorismo e a produção com menos impacto ambiental, e que esses mesmos lideres não vejam os seres humanos com menos instrução como escravos de um sistema assistencialista, de forma que todos possam progredir materialmente e espiritualmente.
Independentemente de religião (outra matéria de barganha), a pessoa deve ser entendida como um complexo potencial de produzir pensamentos, de alimentar desejos e de construir a paz.
Nesse conjunto de hábitos e valores da sociedade, governos e governantes, países e governados devem buscar a mais recentemente prostituída palavra do momento "sustentabilidade" não só para oferecer aos seus eleitores com uma posição "bacaninha"., mas como um conjunto de ações em que as nossas águas, florestas, terras agriculturáveis, fontes de energia, sejam utilizadas de forma que todos da nossa e das outras espécies de vida possam conviver em equilíbrio. 
Não precisamos de melhores leis, precisamos de melhores pessoas, e isso só conseguiremos quando todos se derem conta que a nossa REVOLUÇÃO está em andamento, e ela é a reforma íntima que cada um realiza em si, a cada dia.

[ Ler Mais ]

Ribeirão Preto, 6 de Julho de 2014,


Cidadãos brasileiros, do Estado de São Paulo,

Com muita honra aceitei disputar uma vaga à Câmara dos Deputados, em 2014, pelo Partido Verde, ao qual me filei 5 anos atrás.
Sempre exerci a política de grupos, sempre acreditei na força dos coletivos, me engajei em algumas lutas cujos resultados foram visíveis, outras cujos fins me moldaram ainda mais, fertilizando a cada dia, a maior das revoluções, a da minha reforma íntima, fazendo nascer em mim o homem público.
Perder a eleição para vereador e participar do grupo que ficou de fora da administração municipal de Ribeirão Preto em 2012, mostrou-me que estou no caminho certo, que é o de oposição ao micro universo local que espelha o Governo Federal, suas composições partidárias e o caminho errado pelo qual o Brasil trilha.
Essa maturidade me faz hoje ter a convicção que a hora última para agir é agora. As pedras do caminho recolhi para fazer a muralha com a qual espero praticar o bom combate.
Isto posto assumo hoje o COMPROMISSO PÚBLICO de em caso ser eleito Deputado Federal :
1)     1)   Respeitar e fazer cumprir a Constituição Federal, bem como cumprir todas as minhas obrigações partidárias.
2)     2) Empenhar-me para fazer parte das comissões permanentes de Meio-Ambiente e da de Agricultura
3)      3) Buscar a relatoria de Comissões Parlamentares de Inquérito, quando o assunto for Combate aos Crimes de Corrupção.
4)      4) Atuar junto às agências ANA, para promover os projetos de proteção à água, à ANEEL para desenvolver a energia solar como matriz energética primária no Brasil e junto à APEX para desenvolver a política de exportação de produtos brasileiros que tenham 100% de mão de obra e matérias primas nacionais agregando valor a ambas.
5)      5) Usar as emendas parlamentares em projetos multiplicadores, em parceria com clubes de serviço e entidades beneficentes, bem como às entidades de pesquisa científica.
6)      6) Trabalhar exaustivamente pela REFORMA POLÍTICA, principalmente pelo VOTO DISTRITAL, e REFORMA TRIBUTÁRIA, defendendo o IMPOSTO ÚNICO.
7)      7) Trabalhar pelo transporte sobre trilhos, hidrovias e logística de baixo impacto ambiental
8)     8)  Dedicar nosso gabinete à defesa dos valores de PAZ, Internacionalismo, Saber, Ecologia e Segurança Alimentar.
9)     9)  Trabalhar pela implementação da medicina familiar, saneamento básico e educação primária voltada para o desenvolvimento humano, pelas práticas de bem estar animal e pelo fim das derrubadas de florestas.
10)  10)  Não utilizar do cargo para benefício próprio.

Espero assim, com o amor de Deus e a confiança das pessoas, honrar o cargo, cuja disputa me enche de responsabilidade, e cuja conquista será um mérito de todos os envolvidos.

André Elias Rodini Luiz


Candidato a Deputado Federal, por São Paulo, pela Região de Ribeirão Preto, pelo Partido Verde.





[ Ler Mais ]

Eu voto distrital